fimose-infantil-fique-atenta-com-seu-bebe

Se você nunca pediu para seu filho fazer “exercício” com o pênis para coloca a glande (cabecinha do pênis) para fora retraindo o prepúcio é bom ficar atenta a este assunto, pois poderá refletir na vida futura de seu filho.

Existem algumas situações que pode parecer fimose, no entanto o bebê nasce sem estar a glande exposta e a pele que reveste só tem um orifício onde passa a urina e isso não é fimose é só fazer os exercícios para que esta abertura fique maior e passe a glande.

A Fimose verdadeira consiste na existência de uma pele na extremidade do prepúcio (pele que reveste a glande) que não possui elasticidade suficiente para abrir e passar a glande, é uma pele mais dura que o normal e levemente esbranquiçada. Sendo, nesta situação há necessidade de intervenção cirúrgica simples, sendo observada pelo médico pediatra.

Uma das situações que citei no segundo parágrafo é a fimose fisiológica que não existe esta pele mais dura na ponta do prepúcio e sim é uma condição norma de nascimento. É só ter a prática de exercícios, tentando colocar a grande para fora que irá dilatando o orifício de forma gradual e periódica todos os dias na hora do banho.
A exposição da glande quando bebê é muito importante, pois será verificado logo se há a existência de fimose verdadeira e se não, a exposição da glande vai fazer com que seja feita a higienização entre o prepúcio e a glande, pois com o tempo há acúmulo de resíduos que poderão irritar a pele sensível do bebê ou da criança.

A cada ano que passa sem a percepção da existência da fimose verdadeira, imagina, quanto de acúmulos de resíduos na região da glande, veja a grande importância de você ficar atenta a este assunto.

Na visita ao pediatra de seu bebê peça para ele(a) fazer uma análise e ter dar um diagnóstico ali mesmo e faça perguntas da circunstância em que está o pêniszinho do seu bebê.