Cólicas em recém-nascido o que fazer para ameniza-las

As cólicas em recém-nascido é muito comum até o terceiro mês daí a importância dos cuidados com o bebê ele sofre demais, chora, fica inqueto, suas perninhas  ficam encolhidas tudo  isso  em razão da dor que está sentindo, o curioso é que a mesma desaparece no terceiro mês. Nessas horas os pais devem manter a calma e tentar passar para seu filho pois, o nervosismo nesta hora só vem para atrapalhar atrapalhar.
Nesta fase o aparelho digestivo do recém-nascido está amadurecendo desencandeando desta maneira as cólicas, daí a importância da boa alimentação da mamãe quando o mesmo ainda mama no peito.
A mamãe deve avitar consumir em quantidades excessivas alimentos como: chocolate, pimenta, condimentos, alho, cafés e bebidas à base de cafeína, chás e refrigerantes e até mesmo o leite de vaca.
Você deve também estar atenta a posição no qual amamenta seu recém-nascido para que não engula ar, pois, o mesmo pode passar pelo intestino ocasionando dores e contrações.
Algumas regras costumam ajudar nesta  horas:

Você deve manter a calma e pegar seu bebê no colo para acalma-lo;
Deite seu bebê de bruços em seu colo para que sua barriga mantenha-se aquecida;
Aqueça uma fralda com ferro em uma temperatuta agradável e coloque na barriga de seu bebê;
Coloque uma música relaxante deixe o ambiente silencioso e calmo para passar tranquilidade;
Mamar nesta hora de desconforto e irritação pode agravar o quadro da cólica isto por que, o ato de sucçaõ estimula as contrações intestinais agravando desta maneira as dores;
As massagens ajudam os bebês a soltarem os gases, você pode utilizar um óleo e os movimentos circulares;
Deite o bebê na cama e flexione suas pernas sobre seu abdome várias vezes este exercício também ajuda a aliviar os gases;
Um chá de erva doce morno sem açúcar também ajuda a eliminar gases;

E não esqueça nunca de manter a calma por mais que seu bebê chore você deve sempre lembrar que isto é apenas uma cólica, e a mesma ocasiona um desconforto muito grande a seu bebezinho, mas logo a dor passará e ele ficará bem, mas se achar melhor consulte seu pediatra para maiores esclarecimentos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *